segunda-feira, 31 de agosto de 2009

A conjura - José Eduardo Agualusa

Título: A Conjura

Autor:
José Eduardo Agualusa


Edição/reimpressão:
2008

Páginas: 160

Editor: Leya

Colecção: BIS




Sinopse:

Entre 1880 e 1911, na velha cidade de S. Paulo da Assunção de Luanda, histórias se passaram que a História não guardou. Histórias de amores e de prodígios: rumores que persistem em antigas canções. Nessa época, de turbulentos sucessos e mudanças, quando nas ruas de Luanda se cruzavam as tipóias dos nobres senhores africanos com as quibucas de escravos e os degredados víndos do Reino se entranhavam pelos matos em busca de fortuna, nessa época todos os sonhos eram ainda possíveis. A Conjura conta um desses sonhos. Talvez o maior...



A minha opinião

Foi uma surpresa este livro de José Eduardo Agualusa. Numa trama que me fez lembrar um pouco o Equador de Miguel Sousa Tavares, com um cheirinho a África, Agualusa transporta-nos para uma Angola de fins do século XIX, inícios XX, numa altura em que já se falava da independência da colónia portuguesa. Muitas histórias, divididas por seis capítulos, relatam a vivência dos senhores, dos escravos e dos criminosos vindos da metrópole, naquela época. A história de Alice cruza-se com a de Caninguili, passando por Carmo Ferreira, Severino, Afonso Vieira Dias, Saturnino… entre muitas outras. A história desenrola-se até ao fatídico dia 16 de Junho de 1911, dia da primeira tentativa falhada para obter a independência de Angola face a Portugal.


Um comentário: